Archive for the ‘Sobre Mim’ Category

h1

Salmo 128 – Wolneia Elizabeth

outubro 17, 2009

Hello People!

Compartilhando um pouco da minha história, apresento a vocês a música, SALMO 128, gravada em 1996, numa demo que produzi na tentativa de lançar minha irmã, Wolneia Elizabeth, como cantora solo, antes da formação do Ministério Impactando as Nações.

Nós viemos de uma família de missionários músicos. A família, desde os avós, forma um coral, cantando a quatro vozes.

Minha proposta foi aproveitar essa influência clássica, as quatro vozes, com o pop/rock, utilizando loops, efeitos e guitarras distorcidas, tocadas por Renato Laranjo (base e solo), à harmonia vocal do quarteto, formado por minha irmã, Wolneia (soprano), Eu (tenor) e meus pais, Angelo (baixo) e Rosangela (contralto). Nada mais contextual do que uma família cantando o salmo da família!

Confira o resultado e deixe seu comentário!

Anúncios
h1

Meu Cartão

setembro 9, 2009

Meu Cartão

Olá people!

Como não poderia deixar de ser, a pedido de muitos e seguindo o exemplo da minha estimada amiga, Bruna Milagres, eis o meu cartão de visitas.

Criei a partir da marca que fiz em comemoração dos meus 34 anos (rsrs). Pra quem não lembra, trabalhei com o verde oliva e seus derivados, porque no casamento os 34 anos são “Bodas de Oliveira”. Como sou amante das coisas simples, optei por um design mais simples e objetivo.

E você, já tem o seu cartão???

Vamos fazer???

Araços e até a próxima!

“Keep the fire burning!”

h1

Stryper – Murder by Pride (2009)

julho 22, 2009

Me and Stryper

E aí galera!

To aqui pra compartilhar com vocês minha opinião sobre o novo álbum da minha banda favorita, Stryper – “Murder by Pride (2009)”. O álbum está fresquinho, lançado hoje, dia 21 de julho/2009. É totalmente sem noção de tão bom que é. Valeu demais esperar!

É um álbum especial pois a capa foi produzida por um brasileiro; ao mesmo tempo que é recente, tem um ar de nostálgico, pois nos leva à várias fases do rock bem como da banda.

O cover da banda Boston, ”Peace of Mind”, lembra o rock dos anos 70-80, com as longas viradas da batera.

A faixa título, “Muder by Pride”, anos 80 na veia, comercial do Hollywood (cigarro), a essência do Stryper, “To Hell With The Devil”.

“My Love (I’ll Always Show)”, não precisa nem comentar, pra quem acompanha a banda desde o início, é uma reprodução fiel da demo do Roxx Regime (1983), antigo nome da banda.

Os riffs e os solos estão fantásticos, de tirar o fôlego, bem distintos o do Michael e do Oz; os backing vocals perfeitos, o vocal do Michael dispensa comentários; violões básicos em “I Believe” e “Run in You”; Tracy dando um show a parte no baixo e a pegada diferente de Robert na batera.

01. Eclipse for the Son
02. 4 Leaf Clover
03. Peace of Mind
04. Alive
05. The Plan
06. Murder by Pride
07. I Believe
08. Run in You
09. Love is Why
10. Mercy Over Blame
11. Everything
12. My Love (I’ll Always Show)

Michael Sweet – Vocais, guitarra
Robert Sweet – Bateria
OZ Fox – Guitarra
Tracy Ferrie – Baixo

Murder by Pride (2009)

Label: BIG3 Records
Year: 2009
Genre: Hard Rock
Store date: Jul-21-2009

Clique na imagem e faça o download.

Agora é ouvir e conferir.

“Keep the Fire Burning!”

h1

O Diploma

junho 30, 2009

 

Olá Pessoal!

Com muita alegria compartilho com vocês a concretização de mais um sonho: meu diploma de conclusão de curso.
Agora sou oficialmente um PRODUTOR MULTIMÍDIA.

Abraços e até o próximo post.

h1

Markinhos D7 – Versão 3.4

maio 20, 2009

Markinhos D7 versão 3.4

31 de Maio (português europeu) ou 31 de maio (português brasileiro) (AO 1990: 31 de maio) é o 151º dia do ano no calendário gregoriano (152º em anos bissextos). Faltam 214 para acabar o ano.

http://pt.wikipedia.org/wiki/31_de_maio

• Dia do Espírito Santo;
• Dia Mundial das Comunicações Sociais;
• Dia Mundial sem Tabaco;

http://www.arteducacao.pro.br/comemorativas.htm

Bom, como bom cristão que sou, acredito no Deus Pai, criador do céu e da terra, que enviou Jesus, Seu único filho, à terra, nascido de um virgem, para morrer por nossos pecados e ressuscitou no terceiro dia, subindo aos céus e enviando o Espírito Santo, o nosso consolador.

Em 1999 comecei o cursar Comunicação Social, com habilitação em Relações Públicas. Hoje, formado em Produção Multimídia, habilitado para produzir comunicação em formato digital.

Sou totalmente alérgico a cigarro.

No casamento essa data é “Bodas de Oliveira”:

A oliveira é conhecida cientificamente como Olea europaea L., família Oleaceae. São árvores baixas de tronco retorcido nativas da parte oriental do Mar Mediterrâneo. De seus frutos, as azeitonas, os homens no final do período neolítico aprenderam a extrair o azeite. Este óleo era empregado como unguento, combustível ou na alimentação, e por todas estas utilidades, tornou-se uma árvore venerada por diversos povos.

A civilização minoana, que floresceu na Ilha de Creta até 1500 a.C., prosperou com o comércio do azeite de oliva, que eles primeiro aprenderam a cultivar. Já os gregos, que possivelmente herdaram as técnicas de cultivo da oliveira dos Minóicos, associavam a árvore à força e à vida. A oliveira é também citada na Bíblia em vários passagens, tanto a árvore como seus produtos.

Há de se fazer nota ainda sobre a longevidade das oliveiras. Estima-se que algumas das oliveiras presentes na Palestina (ou para alguns Israel) nos dias atuais devam ter mais de 2500 anos de idade.

Descrição botânica

Raiz

As raízes poderosas e compridas da Oliveira podem chegar a uma profundidade de 6 metros, através do qual têm sempre a possibilidade de obter água para o seu desenvolvimento.

Tronco

A madeira de crescimento lento da árvore é rica, com anéis cinzento-esverdeados e curtos. A árvore (dependendo da variedade) chega aos 20 metros de altura. As árvores selvagens são mais baixas que as plantadas. As oliveiras em olivais são podadas para se manterem pequenas de forma a que a colheita das azeitonas seja facilitada. A oliveira necessita de muito tempo para crescer mas, no entanto, pode viver muitas centenas de anos. O exemplar mais antigo que se conhece, em Trevi, Itália, tem 1700 anos, tal como um exemplar em Getsemani, em Israel. A oliveira mais antiga da Europa considera-se que seja uma com cerca de 2000 anos perto da localidade montenegrina de Bar. Em Azeitão, Portugal, há oliveiras vindas do Alqueva datadas de 300 a. C.

Folha

A oliveira é uma planta de folha perene, o que significa que nunca perde totalmente a sua folha; em vez disso, as folhas mais velhas vão caindo ao longo do ano. As folhas pequenas, simples e luzidias são verde acinzentadas na frente e de um cinzento prateado e brilhante por trás. Estas são estreitas, pontiagudas e simples. Na parte de trás têm pequenos pelos, que protegem a árvore da desidratação recapturando a água e conduzindo-a de novo para a folha.

Rebentos e flores

Dependendo da área em que se encontram, as oliveiras florescem entre o fim de Abril e o princípio de Junho em cada inflorescência encontram-se entre 10 e 40 flores.

As flores brancas ou amarelas são hermafroditas, mas podem no entanto ser funcionalmente monossexuadas. A flor compõe-se de 4 sépalas e 3 pétalas crescidas.

Sendo sujeita a falta de água ou de nutrientes cerca de 6 semanas antes da flor, a colheita é reduzida uma vez que o número de flores é reduzido e estas não produzirão fruto. A maioria das espécies polinizam-se a si próprias, apesar da polinização à distância produzir rendimentos maiores. Outros tipos exigem a polinização à distância e necessitam do pólen de um exemplar diferente. As flores são polinizadas pelo vento.

Fruto

A partir da flor forma-se depois da polinização o fruto: a azeitona. É um fruto com caroço revestido de polpa mole. A cor da azeitona antes de estar madura é o verde e depois de estar madura torna-se preta ou violeta-acastanhada. A árvore atinge o ponto de produção óptimo com cerca de 20 anos. A composição média de uma azeitona é água (50%), azeite (22%), açúcar (19%), celulose (5,8%) e proteínas (1,6%).

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Oliveira